21 / 11 / 2017
Caberj afirma que mudança de PF para PJ não é obrigatória

Em reunião da Comissão de Saúde Suplemementar (Comssu) do CREMERJ com a Caberj, no dia 14, foi esclarecido que a transformação dos médicos vinculados à operadora de pessoa física (PF) para pessoa jurídica (PJ) não coloca em risco o credenciamento.

De acordo com os representantes da empresa, trata-se de uma solução administrativa, não sendo obrigatória.

"Eles nos garantiram que esse processo não será motivo para descredenciamento dos médicos", salientou o coordenador da Comssu, conselheiro José Ramon Varela Blanco.