18 / 10 / 2017
Instituto Nacional de Cardiologia recebe visita do CREMERJ

O vice-presidente e membro do Comitê de Monitoramento dos Serviços de Cardiologia Pediátrica do CREMERJ, Serafim Borges, e os representantes da Comissão de Fiscalização (Cofis) do Conselho estiveram, nessa terça-feira, 17, no Instituto Nacional de Cardiologia (INC) para debater a situação da cardiologia pediátrica da unidade.

“Sabemos que o serviço do INC é de excelência, porém o problema da não renovação dos contratos temporários de médicos e enfermeiros continua sendo recorrente e tem deixado os profissionais inseguros”, disse o vice-presidente do CRM.

A reunião contou com a presença dos coordenadores do Serviço de Cardiologia da Criança e do Adolescente e da enfermaria pediátrica do INC, Luiz Carlos Simões e Walter Paiva, respectivamente.

Luiz Carlos alegou que, devido à não renovação de contratos de trabalho, no último mês a unidade perdeu mais três enfermeiros especializados. Outro problema relatado foi a falta de entrosamento entre os serviços do INC com o sistema de regulação e demais unidades públicas, o que também contribui para o atraso de atendimentos às crianças cardiopatas.

Na opinião do coordenador da cardiologia infantil, uma maior integração do INC com o Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro (Iecac) beneficiaria as unidades e a população. “Nossa intenção é formar parceria para aprimorar a qualidade da saúde do Rio de Janeiro”, disse ele.

Segundo Walter Paiva, nesse ano as cirurgias pediátricas realizadas no INC aumentaram de 20 para 30 procedimentos por mês, com taxa de 1% de mortalidade. Ele afirmou que não há déficits significativos de insumos e equipamentos no setor pediátrico e que o ambulatório da unidade dispõe de 10 vagas por demanda espontânea.

Após a reunião, Serafim Borges percorreu o setor pediátrico do hospital e os representantes da Cofis realizaram um amplo questionário sobre os déficits de profissionais, equipamentos, insumos, leitos infantis, além de quantidade de procedimentos e internações.